Menu Close

Qual especialista devo escolher para acompanhar a minha apneia do sono?

Clique nos ícones abaixo para saber mais sobre os especialistas que podem diagnosticar, acompanhar e/ou monitorar a apneia do sono.

Cardiologista
Endocrinologista
Fonoaudiólogo
Ginecologista
Fisioterapeuta
Médico do sono
Dentista
Dentista do sono
Otorrinolaringologista
Pneumologista
Neurologista
Psiquiatra
Outras especialidades
Clínico geral

Cardiologista

A apneia do sono é fator de risco para desenvolvimento de doenças potencialmente letais, tais como hipertensão arterial sistêmica, acidente vascular cerebral (AVC), arritmia cardíaca e fibrilação atrial. É de extrema importância consultar um cardiologista se você possui algum sintoma como: ronco alto e frequente, sonolência diurna excessiva, cefaleia matinal e engasgos durante o sono.

Endocrinologista

A apneia do sono é fator de risco para desenvolvimento de doenças, tais como: diabetes mellitus, refluxo gastroesofágico e obesidade.  É de extrema importância consultar um endocrinologista se você possui algum sintoma como: ronco alto e frequente, sonolência diurna excessiva, cefaleia matinal e engasgos durante o sono.

Fonoaudiólogo

O Fonoaudiólogo atua basicamente no tratamento da apneia do sono, com terapias que fortalecem os músculos da orofaringe, melhorando as funções da mastigação, sucção, deglutição e respiração. Dessa forma com o tratamento adequado, os sintomas melhoram significativamente e aumenta também a qualidade de vida.

Ginecologista

A apneia do sono é muito comum em mulheres com Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) e provavelmente está relacionada a obesidade, além de outros aspectos importantes como a apneia durante a gestação, que é fator de risco para hipertensão e diabetes gestacional. A frequência dos distúrbios de sono aumenta a partir da perimenopausa e na pós-menopausa tardia; A queda na concentração dos hormônios estrogênio e progesterona aumenta o risco cardiovascular.

Fisioterapeuta

A participação dos fisioterapeutas é fundamental no tratamento, para que em parceria com os médicos, sejam estabelecidas soluções adequadas para as várias causas da apneia do sono. A atuação fisioterapêutica concentra-se em estabelecer o suporte ventilatório mecânico não invasivo domiciliar, adequando a cada caso a melhor terapia possível, com o propósito de manter permeável as vias aéreas superiores, impedindo seu colapso, principalmente na fase inspiratória.

Médico do sono

O médico do sono se preocupa em investigar o papel do sono na vida das pessoas, seus possíveis transtornos e as consequências destas perturbações no cotidiano do ser humano. É muito importante procurar um médico do sono se você acredita que não durma bem ou apresente sintomas clássicos como sonolência diurna excessiva, cansaço frequente, ronco, insônia ou sono agitado, dentre outros

Dentista

O cirurgião dentista tem um grande campo de trabalho no tratamento dos distúrbios do sono: bruxismo, ronco primário e apneia de intensidade leve e moderada. O paciente com apneia do sono sem tratamento pode apresentar manifestações na forma de sonolência excessiva, aumento do risco de acidentes, entre outros.

Dentista do sono

A odontologia do sono é uma especialidade que permite ao cirurgião-dentista capacitado avaliar e tratar distúrbios que comprometem o sono, como o ronco, o bruxismo e a Apneia Obstrutiva do Sono (AOS), normalmente através de placas e/ou aparelhos intra-orais.

Otorrinolaringologista

O otorrinolaringologista atua indicando o melhor tratamento no contexto do ronco e apneia do sono tratamento para o caso, seja na avaliação global do paciente, como na solicitação dos exames complementares necessários, tendo em conta que 80% deles apresentam múltiplos pontos de colapso das vias aéreas superiores (VAS) que devem ser tratados.

Pneumologista

O pneumologista é o indicado para tratar as doenças que afetam as vias respiratórias, como a apneia do sono. Alguns dos sintomas de apneia do sono podem ser falta de ar e batimentos cardíacos acelerados, nesse caso recomenda-se procurar um pneumologista.

Neurologista

O sono normal ou seus distúrbios estão associados ao bom ou mau funcionamento cerebral, respectivamente, e o neurologista conhece profundamente a anatomia, fisiologia, fisiopatologia e clínica do sistema nervoso. Sono agitado, sonolência durante o dia e alterações de humor são problemas que podem estar relacionados a apneia do sono.

Psiquiatra

Alterações do sono são evidentes na maioria dos transtornos psiquiátricos. Os transtornos mais comuns que apresentam alterações do sono são depressão, transtorno ansioso generalizado, transtorno do pânico, estresse pós-traumático, esquizofrenia e Alzheimer. As queixas de sono mais frequentemente observadas na maioria dos transtornos psiquiátricos dizem respeito à dificuldade para iniciar e manter o sono (insônia inicial e de manutenção, respectivamente), sono não reparador e interrompido.

outras especialidades

A apneia do sono está associada a diversos sintomas e comorbidades, que incluem sonolência excessiva diurna, problemas cognitivos, obesidade, diabetes mellitus tipo 2, hipertensão arterial, exacerbação de doença pulmonar obstrutiva crônica, redução da qualidade de vida, elevação significativa do risco de acidentes laborais e de trânsito, além de ser considerada fator independente de risco para doenças cardiovasculares e acidente vascular encefálico isquêmico, que trazem potencial risco de morte.

clínico geral

O primeiro diagnóstico da apneia obstrutiva do sono pode ser feito por um clínico geral baseado na anamnese. As queixas podem ser diversas como cefaleia matinal, sonolência diurna excessiva, insônia, ronco, boca seca, entre outros. Diante desse quadro, o médico pode realizar o Exame do Sono Biologix e, dessa forma, diagnosticar e conduzir o caso ou encaminhar o paciente para o especialista avaliar o tratamento mais indicado.

Receba o contato do nosso consultor