Menu fechado

Sono na Gestação
Saiba como a gestação pode afetar seu sono

sono-na-gestacao

Você já deve ter ouvido a frase “aproveita para dormir agora, porque depois já era”. Considere essa boa intenção por trás do conselho. Dormir bem, afinal, é essencial: fortalece o sistema imunológico, consolida a memória e restabelece o bem-estar físico e mental.

Os problemas com o sono durante a gestação são absolutamente normais. Ao longo dela, mas principalmente no primeiro trimestre, seu corpo está trabalhando duro. É nesta fase em que estão sendo formados importantes órgãos do bebê e em que começa a crescer a placenta, o sistema que sustentará o seu filho.

Receba conteúdo em primeira mão

Grande parte das gestantes tem queixas sérias sobre o sono, especialmente no primeiro trimestre o problema é o sono excessivo que ataca durante o dia, fazendo com que a gestante tenha a sensação de fadiga e exaustão, dificultando a realização das tarefas diárias. As alterações normalmente estão ligadas a mudanças que acontecem no corpo, como aumento dos níveis de progesterona, a vontade de fazer xixi toda hora por conta da pressão na bexiga, incertezas sobre a maternidade e picos de ansiedade decorrentes da expectativa pelo parto. Porém, essa sonolência tende a desaparecer ao anoitecer, e o mesmo hormônio responsável por ela pode atrapalhar muito o sono noturno. A queda da pressão arterial que é fisiológica no início da gravidez, podem contribuir para esta sensação de fadiga e sonolência. O conselho dos médicos é tentar descansar o corpo sempre que possível, mesmo que o sono não apareça.

No segundo trimestre o desconforto diminui, o nível de progesterona continua subindo, porém mais lentamente, diminuindo a sensação de cansaço ao longo do dia. É um momento de equilíbrio. A disposição volta e ainda é fácil acomodar a barriga na hora de dormir. O aumento da barriga ajuda a diminuir a pressão sobre a bexiga, diminuindo a vontade de fazer xixi. Os exames e os movimentos do bebê também deixam a grávida mais segura.

No terceiro trimestre dormir não será a tarefa mais fácil, apesar do cansaço característico dessa época. Além da ansiedade, já que o parto se aproxima, o novo formato e tamanho do corpo não ajudam na hora de relaxar na cama, sintomas como azia, síndrome das pernas inquietas e a  volta da necessidade de ir ao banheiro com frequência, já que o bebê cresceu e voltou a pressionar a bexiga. Encontrar uma boa posição para dormir é um desafio. Apesar da qualidade do sono diminuir, é importante que a gestante descanse sempre que possível, seja durante a noite ou através de cochilos durante o dia. Uma dica importante é no terceiro trimestre de gestação, dormir deitada sobre o lado esquerdo do corpo, para melhorar o fluxo sanguíneo para o bebê e para os rins.

Algumas dicas para conseguir melhorar o sono na gravidez são:

  • Verificar o conforto do quarto, se a cama e a temperatura são ideais;
  • Dormir sempre com 3 travesseiros, um para apoiar a cabeça e outro para ficar entre os joelhos, outro embaixo da barriga para “segurá-la” durante o sono;
  • Para evitar câimbras, consuma alimentos ricos em potássio e cálcio, como leite e banana;
  • Massagens com óleo ou creme hidratante nas pernas e pés relaxam o corpo e favorecem um boa noite de sono;
  • A pratica exercícios físicos moderados ajudam muito a trazer bem-estar.

Não se esqueça de que fabricar um bebê é um trabalho e tanto, portanto, se achar que precisa dormir, faça de tudo para arranjar tempo e fechar os olhos, nem que só por alguns minutos. Ponha em prática nossas dicas e bons sonhos!

IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis neste blog possuem apenas caráter educativo.

Baixe gratuitamente o e-book:

Veja também

Receba o contato do nosso consultor