Menu Close

A Importância de realizar o monitoramento de SpO2 várias noites para diagnóstico de Apneia do Sono
Oximetria para diagnóstico de Apneia do Sono

O PROBLEMA

A Apneia do Sono é o tipo de distúrbio do sono mais comum, afetando cerca de 23,4% das mulheres e 49,7% dos homens da população em geral.

As diretrizes da American Association of Sleep Medicine recomendam o diagnóstico de Apneia do Sono em pacientes com estudo do sono de uma noite única com a polissonografia, em pacientes adultos com suspeita da doença. A polissonografia é uma técnica que faz o registro gráfico de múltiplas variáveis fisiológicas ao longo do tempo de sono. Os exames polissonográficos geralmente são feitos em laboratórios especializados, já que os exames são acompanhados durante todo o tempo por um técnico treinado.

Polissonografia, e dispositivos de teste de apneia do sono em casa fornecem o índice de apneia-hipopnéia (IAH) e o índice de dessaturação de oxigênio (ODI), ambos os valores que apresentam o número de eventos respiratórios por hora usados para diagnosticar a apneia do sono e estimar gravidade da doença.

Diagnosticar uma doença com um único teste requer alta precisão do método de teste, bem como uma doença estável para reduzir resultados de teste falso-negativos e falso-positivos. No entanto, existem fortes evidências de alta variabilidade noturna de eventos respiratórios em pacientes com apneia do sono, levando a diagnósticos e classificações erradas resultantes de testes de uma noite de sono.

A apneia do sono não diagnosticada e não tratada está associada à sonolência diurna, diminuição da qualidade de vida, aumento do risco de acidentes, hipertensão, eventos cardiovasculares, particularmente acidente vascular cerebral.

Receba conteúdo em primeira mão

O ESTUDO

Um estudo observacional realizado no Departamento de Pneumologia do Hospital Universitário de Zurique, submeteu 108 pacientes com suspeita de apneia do sono a 14 noites de oximetria noturna em casa e a 1 noite de polissonografia respiratória hospitalar, com o objetivo de analisar a variabilidade de eventos respiratórios noturnos clinicamente relevantes nestes pacientes.

Verificou-se que comparado aos resultados da polissonografia hospitalar, 1/5 dos pacientes teriam sido diagnosticados incorretamente em comparação ao teste usando o oxímetro de pulso, com uma variabilidade de cerca de 3% no índice de desnaturação de oxigênio. Seriam diagnosticados incorretamente quanto a gravidade da doença cerca de 31 pacientes na primeira noite de exame, e ao final das 13 noites, 83 pacientes teriam sido classificados incorretamente com apneia do sono grave.

A primeira noite de sono já demonstrou alta sensibilidade e especificidade das análises utilizando o oxímetro de pulso. Aumentando ainda mais em uma segunda noite de testes.

RESULTADOS

Cerca de 71% dos pacientes teriam sido diagnosticados com apneia do sono na primeira noite, aumentando para 88% com uma noite de estudo adicional, isso demonstra a importância de realizar o monitoramento por mais de 1 noite.

Olhando para os dados brutos, torna-se óbvio que alguns dos pacientes que apresentaram resultados negativos para apneia do sono durante o monitoramento na primeira noite, mas na verdade mostrou resultados positivos durante o monitoramento do sono em polissonografia hospitalar. 

Os pacientes que apresentaram resultados negativos no exame de polissonografia hospitalar, demonstraram valores de índice de dessaturação de oxigênio muito baixos, de forma que nem mesmo a variabilidade do exame de várias noites levou a um diagnostico de apneia do sono moderada. Embora a adição de uma segunda noite de estudo tenha aumentado significativamente a sensibilidade, o valor preditivo negativo de uma noite de gravação já era alto. No entanto, permanece discutível se um único estudo mostrando resultados negativos é suficiente para excluir a apneia do sono moderada.

Apesar da American Association of Sleep Medicine ainda indicar o teste de sono de uma única noite para pacientes com suspeita de apneia do sono, há um aumento de riscos de exames falso-positivos. No entanto, o estudo contradiz mostrando alta especificidade, portanto baixas taxas de falso-positivo em várias noites de sono. Outro contra-argumento contra o teste noturno múltiplo é o crescente desconforto dessa abordagem, porque nem todos os pacientes podem estar dispostos a realizar testes noturnos repetidos em ambiente hospitalar. Já repetir várias noites de exame em casa parece razoável para a maioria dos pacientes com suspeita de apneia do sono. Além do custo alto para o sistema de saúde repetir o exame em ambiente hospitalar, resulta nos custos diretos ou indiretos da apneia do sono não tratada. Estudos demostram que a apneia do sono quando diagnosticada e tratada tem impacto positivo na economia.

Portanto, como uma alternativa à polissonografia cara e tecnicamente complexa, os pacientes com alta probabilidade e falta de comorbidade relevante podem ser avaliados por meio de testes de apneia do sono em casa portátil como a oximetria de pulso.

Este estudo revelou considerável variabilidade noturna de eventos respiratórios, levando a uma identificação de um número relevante de pacientes com apneia do sono que teriam sido diagnosticados ou teriam a gravidade da doença classificada incorretamente com o exame do sono realizado em uma única noite. Especialmente, os pacientes com taxas de eventos respiratórios mais baixos estavam em maior risco de alta variabilidade de eventos respiratórios da noite para a noite. Várias noites de estudo aumentaram significativamente a precisão do diagnóstico para apneia do sono moderada.

O EXAME DO SONO BIOLOGIX

O diagnóstico da apneia obstrutiva do sono é simples é necessário.

O Exame do Sono Biologix é uma polissonografia remota com polissonogramas tipo 4, com canais de saturação de O2, frequência cardíaca, actimetria e ronco (usando o microfone do celular). Um exame para ser realizado em casa, simples e fácil de usar. Usado por profissionais da saúde para diagnóstico e acompanhamento de tratamento da apneia do sono.  Na hora de dormir, basta colocar o sensor no dedo e iniciar o exame no App Biologix. Ao acordar clicar em concluir exame e imediatamente o resultado estará disponível no portal de exames.

Baixe gratuitamente o e-book:

 

Veja também

Você será redirecionado ao Whatsapp.
Por favor, selecione uma das opções abaixo:

Receba o contato do nosso consultor