Menu fechado

Dificuldade de concentração
O que pode ser e o que fazer

Você sente que tem dificuldade para se concentrar em uma tarefa do trabalho? Ou sente sua memória falhando algumas vezes? Se você respondeu sim, pode ser que você tenha algum distúrbio do sono, não apenas falta de atenção ou esquecimento.

Alguns distúrbios do sono são extremamente comuns como insônia e Apneia. Mas o que muitas pessoas não sabem é que estas doenças têm influência na sua capacidade de focar, de se concentrar.

Receba conteúdo em primeira mão

Pois é durante o sono que o cérebro acumula e guarda as informações assimiladas durante o período em que você estava acordado. Dessa forma, se você não tem uma noite de sono realmente reparadora, você provavelmente terá problemas de concentração. E além da dificuldade de concentração, você poderá ter outros sintomas, como: cansaço diurno constante, dores de cabeça, irritabilidade, depressão, esquecimentos, entre outros.

O distúrbio do sono mais comum é a Insônia.  A maioria dos casos de insônia está relacionada a maus hábitos de sono, depressão, ansiedade, falta de exercícios físicos, doença crônica ou certos medicamentos, e entre seus sintomas podem incluir dificuldade para dormir ou permanecer dormindo e não se sentir descansado.

E qual o tratamento para a insônia? Os tratamentos consistem na melhoria dos hábitos de sono, na terapia comportamental e na identificação e controle das causas. Também é possível usar alguns medicamentos para dormir, mas que podem possuir efeitos colaterais e devem ser monitorados.

Outro distúrbio é a Apneia Obstrutiva do Sono, doença caracterizada pela obstrução das vias aéreas superiores durante o sono, normalmente acompanhada da redução da saturação de oxigênio no sangue, seguida de um breve despertar para respirar.

Os sintomas incluem ronco alto e sensação de cansaço diurno, mesmo depois de uma noite inteira de sono.

Para diagnosticar a doença, o profissional poderá solicitar exames que monitorem o sono do paciente. Uma alternativa é o Monitoramento Digital da Apneia do Sono, o Biologix. É um exame para se fazer em casa, simples, prático e eficaz, sem a necessidade de dormir em um laboratório do sono. Na hora de dormir, basta colocar o sensor Oxistar, um oxímetro de alta performance, no dedo e iniciar o exame no App Biologix. No dia seguinte, ao terminar o exame, o resultado fica pronto em segundos.

Ou ainda, um exame chamado Polissonografia, no qual o paciente geralmente dorme uma noite num laboratório do sono. sendo monitorado por sensores que registram a passagem do ar pelo nariz e boca, a oxigenação sanguínea, frequência cardíaca, atividade cerebral e movimentos do tórax e de membros.

O tratamento costuma incluir mudanças no estilo de vida, como perda de peso, e o uso de um dispositivo de assistência respiratória durante a noite, como um aparelho de pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP) ou em casos mais leves o uso de aparelhos intra-orais (AIO). Algumas cirurgias também podem ser levadas em consideração.

Veja algumas dicas para a sua higiene do sono. As regras de higiene do sono são para te ajudar a obter o máximo benefício de suas horas de sono. Infelizmente elas não funcionam para todos, principalmente para quem está sofrendo de distúrbio do sono e ainda não está em tratamento. Mas pode potencializar o sucesso do tratamento para os pacientes que já o fazem, ou acompanhamento médico, além disso vale seguir as dicas para manter-se saudável:

  • Vale a pena manter os horários para dormir e acordar mesmo finais de semana e feriados.
  • Ficar muito tempo na cama depois de acordar não melhora a qualidade do sono, e não vá para a cama sem sono.
  • Evite trabalhar, estudar ou comer na cama, a cama é para dormir!
  • Evite ler e assistir à televisão e mexer no celular antes de dormir.
  • Um cochilo de 30 minutos pode ser uma opção para melhorar a energia, mas cochilar várias vezes durante o dia não é uma boa saída. Seria interessante evitar os cochilos após as 15 h.
  • Para a maioria das pessoas fazer atividade física no período noturno pode atrapalhar a qualidade do sono. Varia muito de caso para caso.
  • Não consuma café, chimarrão, chás, chocolate, refrigerante após as 18h. Evite bebidas alcoólicas seis horas antes do horário de dormir e não fumar próximo ao horário de ir para a cama;
  • Pessoas que roncam podem utilizar posições diferentes com ajuda de travesseiro entre os joelhos, travesseiro de corpo e em geral essas pessoas precisam ser avaliadas por especialistas para diagnosticar distúrbios do sono.
  • Refeições mais leves em geral ajudam na digestão mais rápida. Não durma com fome!
  • Temperaturas desagradáveis alteram o sono, assim se aqueça nos dias frios e se resfrie nos dias quentes.
  • Durma o tempo suficiente para ter sensação de sono reparador todas as noites, não ficando privado de sono. Em geral, é preciso dormir entre sete e oito horas por dia, mas a quantidade de sono necessária varia de pessoa para pessoa.

Um estilo de vida saudável pode resumir a higiene do sono, incluindo a abstinência ao fumo e ao álcool, uma dieta balanceada e pouco calórica associada a exercícios físicos orientados e rotineiros que estimulam a perda de peso e melhoram a qualidade de vida.

IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis neste blog possuem apenas caráter educativo.

Veja também

Receba o contato do nosso consultor