Menu fechado

Tag: apneia

Como o acompanhamento odontológico ajuda no tratamento do sono

Quem nunca teve problemas para dormir? Passou uma noite em claro e não sabe exatamente o por quê. Ou então percebeu que está com alguns problemas relacionados ao ronco e apneia? Isso é algo que pode ocorrer por diversos motivos, sendo comum. Inclusive, você sabia que um acompanhamento odontológico de qualidade pode te ajudar a resolver ou atenuar esses problemas?

Como foi dito, são diversas as causas que podem gerar problemas para dormir. A ansiedade, por exemplo, é uma condição que afeta diretamente a qualidade do sono.

Isso porque pessoas ansiosas têm sérias dificuldades ao esquecer as adversidades do dia a dia e relaxar na hora em que deitam.

Entretanto, não são só questões psicológicas que podem afetar a condição do sono, mas questões físicas também.

O ronco e a apneia, por exemplo, são problemas bastante recorrentes, e que se não forem tratados, atrapalham a hora de dormir e também podem dificultar que outras pessoas ao redor descansem.

Por isso, mesmo que de imediato não pareça fazer sentido, o acompanhamento clínico de um plano odontologico pode ajudar as pessoas que passam por esse problema, a resolvê-los. A seguir, explicaremos o porquê.

Ronco e apnéia

Como estamos falando mais especificamente sobre essas duas condições, precisamos, primeiramente, explicar o que são elas, porque elas acontecem e qual é a relação que um acompanhamento clínico odontológico tem na realização de tratamentos e correções.

O ronco, por exemplo, pode ser um dos sintomas da apneia do sono, sendo causado por uma série de problemas, como:

  • Aumento das amídalas;
  • Aumento da língua;
  • Peso extra no pescoço;
  • Formato do nariz;
  • Formato da mandíbula.

Já apneia do sono, é uma condição mais problemática, que é caracterizada pela produção de ruídos e problemas na respiração durante o sono.

Às vezes, a interrupção na respiração pode ocorrer por mais de 5 vezes em apenas 1 hora.

Essa diminuição da entrada de ar prejudica o organismo e a concentração de oxigênio no sangue, que é o maior problema dessa condição.

Acompanhamento odontológico

O acompanhamento odontológico, seja em consultas públicas, particulares ou em um plano odontologico empresarial, é fundamental por diversos motivos.

Primeiramente, cuidar da saúde bucal é essencial para que outros aspectos do organismo sejam favorecidos.

Uma saúde bucal qualificada ajuda a prevenir doenças e impede o agravamento de doenças mais graves, além de deixar a aparência do sorriso mais bonita e bem tratada.

Para cuidar da saúde bucal, não é necessário cuidados fora do comum. Escovar os dentes regularmente, utilizar fio dental, ter hábitos alimentares saudáveis e ter o acompanhamento adequado em um plano dental coletivo empresarial, por exemplo, pode, muitas vezes, ser o suficiente para essa qualidade.

Mais ainda, esse acompanhamento com profissionais odontológicos pode ser fundamental para tratamentos mais específicos, como em relação ao ronco e a apneia do sono.

Como a apneia do sono é gerada, principalmente, pela falta da passagem de ar pela garganta, os dentistas de um odonto empresarial, por exemplo, podem ser responsáveis pela criação de instrumentos que facilitem ou permitam essa passagem.

Além disso, o uso de tratamentos mais tradicionais, como os aparelhos para correção do posicionamento dental e até placas intraorais semelhantes às usadas no bruxismo podem contribuir para uma melhor noite de sono e saúde bucal.

Isso porque o aparelho, por exemplo, consegue melhorar a respiração ao corrigir a mordida.

A área da odontologia é uma das que mais cresce em relação a tecnologia, que é utilizada em diversas ocasiões.

Naturalmente, esse desenvolvimento também ocorre em relação a tratamentos odontológicos, essencialmente nos procedimentos realizados nos dentes, e também contribuem para a melhor qualidade de vida dos pacientes.

Apesar disso, essas tecnologias também podem ser utilizadas para melhorar a saúde das pessoas de forma geral e, como a apneia do sono tem relação com a garganta, essas aplicações servem nesse sentido.

Nesse caso, a criação e aplicação dos dentistas é de um aparelho intraoral, servindo justamente como um instrumento de passagem de ar na garganta.

Essa é uma possibilidade bastante interessante, pois melhorar essa condição é fundamental, visto que, a apneia do sono pode trazer problemas para a saúde como um todo, como estresse, dificuldade para dormir, dores, entre outros.

Mais ainda, como já falamos, uma das causas da apneia do sono e do ronco, pode ser um problema no tamanho ou no posicionamento da mandíbula.

Como essa parte tem total relação com a odontologia, é possível que os dentistas de um plano odontologico para MEI, por exemplo, possam desenvolver um aparelho ortodôntico para alongar a mandíbula e, consequentemente, liberar a passagem do ar.

Esses tratamentos odontológicos para melhorar a condição da apneia do sono não são simples e necessitam de acompanhamento constante e adequado.

Dessa maneira, é fundamental que os pacientes estejam sempre presentes no consultório para verificar se houve melhora, o que precisa mudar, como melhorar, entre outros aspectos que serão avaliados junto aos dentistas e demais membros que podem compor a equipe.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde e qualidade de vida.

Sono e Direção
Direção e sono não combinam!

A frase “sono pode matar”, pode ser familiar para algumas pessoas. O cansaço é inimigo invisível dos motoristas brasileiros, causando 42% dos acidentes que ocorrem todos os anos no trânsito, segundo pesquisa de 2019 da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET), Academia Brasileira de Neurologia (ABN) e o Conselho Regional de Medicina (CRM). Para se ter uma ideia, dirigir com sono ou sinais de fadiga é considerada uma prática tão perigosa quanto dirigir alcoolizado ou sob o efeito de substâncias estimulantes.

Sarcopenia e Apneia do Sono
Sarcopenia e Apneia entenda a relação

A apneia do sono e sarcopenia são comuns entre adultos mais velhos, principalmente após os 50 anos, período em que decorre um declínio de várias funções metabólicas e hormonais importantes tanto para o aparecimento da sarcopenia como dos distúrbios do sono. Ambas aumentam com a idade e podem levar a diminuição de atividade física, além de resultar em eventos adversos para a saúde semelhantes como deficiências funcionais, má qualidade de vida e morte.

Seis meses de pandemia: ronco, apneia e distúrbios do sono mais evidentes
Convivendo mais tempo juntas na quarentena, famílias estão percebendo mais problemas ligados à qualidade do sono

E lá se vão seis meses desde que a pandemia de Covid-19 chegou ao Brasil. Nesse período de quarentena, muitas famílias passaram a ficar mais tempo juntas em casa, e alguns “efeitos colaterais” dessa convivência mais intensa começaram a surgir, como os distúrbios do sono. As reclamações sobre familiares que sofrem de ronco e apneia cresceram, como é possível verificar com o aumento da telemedicina para exames do sono em casa.

Apneia do Sono e Obesidade
Entenda a relação entre a apneia e a obesidade

A OMS (Organização Mundial de Saúde) afirma: a obesidade é um dos mais graves problemas de saúde que temos para enfrentar. Em 2025, a estimativa é de que 2,3 bilhões de adultos ao redor do mundo estejam acima do peso, sendo 700 milhões de indivíduos com obesidade, isto é, com um índice de massa corporal (IMC) acima de 30. No Brasil, essa doença crônica aumentou 67,8% nos últimos treze anos, saindo de 11,8% em 2006 para 19,8% em 2018.

Em ano de pandemia, exames do sono Biologix crescem 236%
O número de exames de janeiro a julho de 2019 foram 2.063; este ano, no mesmo período, saltou para 6.932

A pandemia da Covid-19 trouxe um relato muito comum nas conversas do dia a dia: dificuldades para dormir. Esses distúrbios do sono podem ser uma das explicações para o registro de aumento de 236% nos exames Biologix este ano. O diferencial da Biologix é que o paciente não precisa ir até um laboratório, sendo monitorado em sua própria casa.

Apneia do sono em crianças
Entenda o impacto que a AOS tem nas crianças

Apneia obstrutiva do sono (AOS) é um problema que afeta a respiração de algumas crianças durante o sono. Obstrução é um bloqueio na passagem de ar para os pulmões. Apneia quer dizer uma parada na respiração por pelo menos 10 segundos. Uma criança (ou adulto) com apneia obstrutiva do sono tem momentos durante o sono quando o ar não consegue passar pelas vias aéreas superiores e chegar até os pulmões.

Pneumologia e monitoramento de oximetria
Entenda a importância da oximetria noturna para diagnóstico de apneia do sono

A apneia obstrutiva do sono (AOS) é extremamente comum. Em um estudo feito na cidade de São Paulo, com mais de 1000 adultos representativos da cidade de São Paulo, estimou-se que 33% tem AOS. Apesar dos sintomas clássicos serem ronco alto e sonolência diurna, muitos pacientes com AOS não apresentam uma queixa específica. O reconhecimento da AOS é difícil, principalmente no paciente que vai ao seu consultório por uma queixa pulmonar não relacionada. As questões de sono passam facilmente desapercebidas. Qualquer paciente que entre no consultório, quer seja por asma, DPOC ou síndrome gripal, faz parte da população geral e já tem alta probabilidade de ter AOS, independente da história clínica.  A verdade não só brasileira, mas mundial, é que a maior parte dos pacientes seguem sem diagnóstico e sem suspeita diagnóstica.

Você será redirecionado ao Whatsapp.
Por favor, selecione uma das opções abaixo:

Receba o contato do nosso consultor