Menu fechado

Sonolência e cansaço diurno
Confira algumas doenças que causam cansaço em excesso

sonolencia-cansaco-diurno-doencas-que-causam-cansaco-em-excesso

Você em algum momento já se pegou extremamente indisposto, cansado e sem ânimo mesmo após um boa noite de sono? É importante buscar auxílio médico para investigar, pois você pode ter alguma doença relacionada.

O cansaço é bastante comum no dia a dia, com a rotina corrida da sociedade que não pára nunca, equilibrando responsabilidades e tentando cumprir todos os prazos e horários. No entanto, quando essa sensação é frequente e demasiada, pode ser um sintoma de que há algo de errado no seu corpo. A sonolência excessiva e o cansaço extremo, podem ser sintomas de doenças sérias que podem afetar a sua qualidade de vida. Pode estar relacionado com doenças neurológicas (Alzheimer, Parkinson e Depressão), psiquiátricas (esquizofrenia) e/ou aos distúrbios do sono.

Receba conteúdo em primeira mão

Pessoas com esses sintomas podem apresentar irritabilidade, dificuldade de aprendizado, diminuição da motivação e do desempenho no trabalho. Estas pessoas também estão mais suscetíveis a se envolverem em acidentes de trânsito e de trabalho.

Mas como saber o grau de sonolência? Você pode fazer um teste simples e rápido para avaliar seu grau de sonolência, chamado A Escala de Sonolência de Epworth que está disponível ao final desse texto.

Conheça algumas doenças que podem causar cansaço excessivo e frequente:

  • Depressão: Doença muito séria e comum que afeta negativamente como você se sente, como pensa e/ou age. Um dos sintomas típicos da depressão é o cansaço diurno, é uma doença que acomete a parte mental, porém ela também afeta o corpo. O acompanhamento médico é fundamental a fim de definir o tratamento mais adequado, seja com antidepressivos e/ou com psicoterapia.
  • Diabetes: Doença causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que regula a glicose no sangue e garante a energia para o organismo. Quando a glicose do sangue não chega a todas as células, falta energia. Os diabéticos urinam mais, emagrecem com facilidade e possuem diminuição dos músculos, dessa forma se queixam de cansaço físico.
  • Apneia Obstrutiva do Sono (AOS): Doença caracterizada pela obstrução das vias aéreas superiores durante o sono, normalmente acompanhada da redução da saturação de oxigênio no sangue, seguida de um breve despertar para respirar. Isso acaba prejudicando o sono e o descanso da pessoa. Dessa forma é comum acordar muito cansado, ter cansaço muscular e sentir sonolência diurna.
  • Alterações da Tireoide: As Alterações na Tireoide podem causar diversos sintomas, que merecem atenção, pois se não forem tratados podem continuar se agravando. Quando o funcionamento da tireoide se encontra alterado, esta glândula pode estar funcionando de forma exagerada, também conhecido como hipertireoidismo, ou funcionando pouco. Enquanto o hipertireoidismo pode causar sintomas como agitação, nervosismo, dificuldade de concentração, e emagrecimento, o hipotireoidismo causa sintomas como cansaço, perda de memória, facilidade para engordar, pele seca e fria, ciclo menstrual irregular e queda de cabelo.
  • Doenças Cardíacas: Condições cardiovasculares comuns como a arritmia e o entupimento das artérias podem causar cansaço e tonturas frequentes. O coração não tem força suficiente para bombear sangue para todo o corpo e, por isso, o indivíduo está sempre cansado.

Responda o questionário abaixo e teste seu nível de sonolência!
O quanto é provável que você cochile ou adormeça nas seguintes situações, em vez de apenas se sentir cansado/a?
Isso se refere a seu modo de vida habitual nos últimos tempos. Mesmo se você não fez algumas destas coisas recentemente, tente pensar em como elas teriam afetado você. A Escala de Sonolência de Epworth, desenvolvida pelo dr. Murray Johns, é uma ferramenta muito utilizada para aferir o grau de sonolência diurno. A soma vai de 0 a 24, sendo que pontuações acima de 10 determina a presença de sonolência, e pontuações acima de 16 demonstra sonolência grave. Um resultado de até 9 pontos indica uma condição considerada normal. Acima dessa pontuação, é recomendado procurar um médico.

Situação Nunca cochilaria Pequena probabilidade de cochilar Probabilidade média de cochilar Grande probabilidade de cochilar
Sentado e lendo 0 1 2 3
Assistindo TV 0 1 2 3
Sentado, quieto, em um lugar público (teatro, reunião ou palestra) 0 1 2 3
Andando de carro por uma hora sem parar, como passageiro 0 1 2 3
Sentado quieto após o almoço sem bebida alcoólica 0 1 2 3
Deitado descansando à tarde quando as circunstâncias permitem; 0 1 2 3
Sentado conversando com alguém; 0 1 2 3
Em um carro parado no trânsito por alguns minutos 0 1 2 3

Resultado
Some as notas que você deu para cada resposta. Pontuação de 0 a 9 – considerado normal.
Pontuação de 10 a 24 – se seu teste teve resultado acima de 10 indica presença de sonolência, acima de 16 demonstra sonolência grave.

IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis neste blog possuem apenas caráter educativo.

Baixe gratuitamente o e-book:

Veja também

Receba o contato do nosso consultor