Menu Close

Como a apneia do sono causa doenças periodontais?

A Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS), também conhecida pelo seu nome mais curto, apneia do sono ou apneia noturna, é um distúrbio que causa paradas momentâneas na respiração, de no mínimo dez segundos, durante o sono.

Pode ocorrer também uma respiração superficial, essa sendo chamada de hipopneia.

Mesmo parecendo um pouco desconexa com a boca, quem sofre de apneia do sono deve visitar também uma clínica dentária.

Essa doença crônica atinge 30% da população adulta mundial, porém muita gente nunca descobre que sofre desse transtorno. Cerca de 85% a 90% dos pacientes convivem com a doença sem tratamento.

A apneia noturna pode ser causada pelo relaxamento excessivo dos músculos da garganta e da língua, por excesso de peso e também por adenoides e amídalas grandes. Esses fatores levam à obstrução da garganta e interrompe o fluxo de ar para os pulmões.

Principais sintomas da apneia do sono

São muitos os sintomas da apneia do sono, alguns deles relacionados à uma noite de sono mal dormida. Entre os sintomas que podem ser percebidos logo após o despertar estão:

  • Sensação de sufocamento;
  • Acordar ofegante;
  • Dor no peito;
  • Confusão;
  • Dor de cabeça;
  • Boca seca;
  • Dor de garganta.

Outros sintomas se manifestam durante o dia a dia ou durante o sono:

  • Ronco;
  • Sonolência diurna;
  • Alterações na personalidade;
  • Irritabilidade;
  • Dificuldade de concentração;
  • Impotência sexual.

Para a doença ser diagnosticada, é necessário que seja feito um acompanhamento do sono do paciente. Esse acompanhamento é feito por um dispositivo eletrônico. Esse exame é chamado de polissonografia.

Receba conteúdo em primeira mão

Como pode afetar a saúde da boca?

Como podemos ver, a apneia pode afetar nosso dia a dia de uma maneira grave. Além de maior risco de desenvolvimento de hipertensão, existem os sintomas relacionados a um sono superficial, afetando nosso vigor diário.

Para a saúde bucal, os maiores problemas surgem por conta de que muitos portadores de apneia do sono dormem com a boca aberta. Visitar um consultório dentário é importante para a prevenção de doenças que podem surgir.

Manter a boca aberta durante o sono leva à diminuição do fluxo salivar, causando o ressecamento dos tecidos moles bucais. Esse ressecamento, por sua vez, proporciona um ambiente mais favorável à proliferação de vírus e bactérias que se instalam nesses tecidos.

Essas bactérias podem causar gengivite, caso se instale nas gengivas e se não for tratada, pode evoluir para uma periodontite mais grave.

Caso isso ocorra, procure assistência médica com urgência, mesmo que isso signifique procurar por um dentista urgência 24 horas, pois se negligenciado, esse quadro pode se espalhar e atingir regiões próximas, levando até mesmo à destruição do osso maxilar.

A periodontite é também um fator de risco para doenças cardíacas e pulmonares, além de poder levar à perda dos dentes próximos da região atingida. Caso isso ocorra, procure por uma clínica dentária especialista em prótese.

Porém ela é também bastante evitável. De uma atenção especial para a sua saúde bucal, principalmente se você sofre de apneia do sono.

Escove os dentes pelo três vezes ao dia, com escova macia e utilize sempre o fio dental pelo menos uma vez ao dia, preferencialmente antes de dormir caso não queira procurar por um especialista em prótese dentária.

Como tratar?

Algumas mudanças de hábito contribuem para a diminuição da apneia. Posturas como evitar bebidas alcoólicas, fumar e refeições pesadas antes de dormir, dormir de lado, e elevar a cabeceira da cama de 15 a 20 centímetros podem trazer resultados.

Existem também as soluções cirúrgicas, mas elas não funcionam para todos os casos, sendo recomendadas em caso de amídalas e adenóides grandes.

Aparelhos intraorais também podem ser utilizados durante o sono para evitar que a passagem de ar seja obstruída. Para quem possui uma dentição que permita, é possível utilizar aparelhos de avanço mandibular.

Se a pessoa não possui a dentição completa, de maneira que seja impossível o encaixe correto do aparelho de avanço mandibular, existem os aparelhos retentores de língua, que irão surtir o efeito desejado.

Por ser uma doença que impacta diversos aspectos da vida, é importante buscar tratamento.

Mesmo que seja necessário o uso de aparelhos, é recomendado a mudança nos hábitos, pois as crises podem diminuir bastante com o tempo, até que surja o momento de aposentar os aparelhos.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Status Fit Center, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Compartilhe este conteúdo:

Veja também

Você será redirecionado ao Whatsapp.
Por favor, selecione uma das opções abaixo:

Receba o contato do nosso consultor